Após o sucesso com a biografia do cearense Belchior, o jornalista Jotabê Medeiros (SP) lança “Não diga que a canção está perdida”, livro sobre a vida e obra de Raul Seixas, neste domingo (24), às 17h, no Cantinho do Frango (Aldeota), em Fortaleza.

Para o autor, seu novo biografado “foi o artista mais completo da MPB. Não falo isso demagogicamente. Mas é que o Raul tinha domínio completo das artes da produção. Era um ‘band leader’ muito bom, arranjador, compositor, músico de estúdio. Ele gravou as guitarras no primeiro disco do Odair José, por exemplo”, destaca Jotabê, sobre o autor de clássicos como “Gita”, “Sociedade Alternativa”, “Ouro de Tolo” e “Eu nasci há 10 mil anos atrás”.

O jornalista observa que essa impressão foi construída depois de um ano e meio de pesquisas para o livro. A Editora Todavia, a mesma da biografia de Belchior, lançou o desafio para Jotabê que, de início, ficou relutante.

“Mas naquele dia eu saí pra tomar um chope com um amigo, o Juvenal Pereira, fotógrafo. E ele disse que tinha fotografado, em 1988, o diário do Raul Seixas. E que se eu quisesse, me passava essas fotos”, recapitula.

Jotabê Medeiros teve o apoio de duas figuras fundamentais para levantar a biografia. Mauro Mota, parceiro e produtor dos primeiros discos “bregas” de Raul, e Leno, da dupla “Leno & Lilian”, ajudaram a recuperar boa parte da história.

Saiba mais informações no Portal G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *