Nomeado durante esta madrugada e com publicação no Diário Oficial da União (DOU), Gilson Machado torna-se o novo ministro do Turismo da gestão do presidente Jair Messias Bolsonaro. Na mesma edição, encontra-se a demissão de Marcelo Álvaro Antônio.

Tal mudança vem a acontecer, após Álvaro acusar Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) de pedir entrega do então cargo de Turismo ao Centrão, bloco este de apoio do governo na Câmara.

O intuito, segundo o ex-ministro, seria firmar apoio na eleição para a presidência da Câmara. O candidato Arthur Lira (PP – AL), tem auxílio do governo.

Álvaro Antônio chegou a chamar Ramos de “traíra” em um aplicativo de mensagens. O ministro Luiz Eduardo Ramos é o responsável pelas conexões políticas no Congresso.

O presidente Bolsonaro já tinha antecipado a nomeação de Machado, do qual assume a Presidência da Embratur.

* As informações são do Portal G1 (Globo).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *