A presidente do Comitê Nacional Republicano, Ronna McDaniel, e a presidente do Partido Republicano, Laura Cox, deram uma entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira, 6, descrevendo supostas irregularidades e uma falha de software que aparentemente fez com que 6 mil votos de candidatos republicanos fossem processados incorretamente como votos para democratas.

De acordo com Cox, o “erro” só foi corrigido após o condado ter contado manualmente os votos. O software, entretanto, foi usado em outros 47 condados do estado de Michigan, disse ela, alertando sobre possíveis falhas semelhantes em outros lugares.

“No condado de Antrim”, disse Cox, “cédulas contadas como sendo para os democratas eram na verdade destinadas aos republicanos, causando uma oscilação de 6 mil votos contra nossos candidatos.”

“O secretário do condado [Sheryl Guy], se adiantou e disse que ocorreu uma falha no software de tabulação e causou um erro de cálculo dos votos. Desde então, descobrimos que 47 condados usavam esse mesmo software.”

“O condado de Antrim teve que contar manualmente todas as cédulas”, disse Cox. “E todos esses condados que usam este software precisam examinar de perto seus resultados para [verificar se há] discrepâncias semelhantes.”

“O povo de Michigan merece um processo transparente e aberto. Os eleitores merecem saber que todos os votos legais estão sendo contados”, concluiu Cox.

McDaniel também afirmou que os observadores do Partido Republicano “tiveram o acesso negado ao trabalho de apuração em alguns distritos.”

* As informações são do site Senso Incomum

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *