A comentarista Gabriela Prioli deixou a atração “O Grande Debate” da CNN Brasil depois de uma edição tumultuada do quadro. O apresentador da atração, Reinaldo Gottino, diz ter se excedido ao interromper a profissional.

A assessoria da CNN Brasil afirmou que Prioli saiu por vontade própria. Em nota (íntegra), a emissora afirmou que discutirá o futuro da profissional na empresa nos próximos dias. A comentarista falou sobre o caso em sua conta no Twitter neste último domingo (29):

“Não posso legitimar que o achismo seja equiparado ao conhecimento científico nem contribuir para acirrar a polarização”

Gabriela Prioli – Advogada, Comentarista de Política, Apresentadora, Blogueira, Professora de Direito e Processo Penal da Universidade Mackenzie

Na 6ª feira (27.mar.2020) o quadro teve uma discussão acalorada. Ela e o outro comentarista, Tomé Abduch, falavam sobre a medida provisória do presidente Jair Bolsonaro permitindo que patrões suspendessem contratos trabalhistas por até 4 meses devido à crise provocada pelo coronavírus.

O mediador, Reinaldo Gottino, também participou da altercação. Ele diz ter agido de maneira errada:

Me excedi ao interromper. O meu papel ali é conduzir o debate para que os dois lados tenham espaço para expor suas ideias. Minha postura excedeu a de mediador. Peço desculpas a Gabriela por isso. Esse pedido de desculpas, enviado a ela no início da manhã de domingo, se estende também à emissora e ao público”, diz Gottino.

A participação de Gabriela Prioli na emissora durou duas semanas. Ela fez sucesso em redes sociais após rebater com dados comentários elogiosos de seu “oponente” ao governo Jair Bolsonaro.

A emissora se manifestou sobre a saída da comentarista: “A CNN Brasil informa que a advogada e comentarista Gabriela Prioli deixará o quadro ‘O Grande Debate’, exibido diariamente dentro do programa ‘Novo Dia’”, disse em comunicado.

A emissora informou que o quadro “O Grande Debate” agora fica composto pela professora universitária Gisele Soares e o advogado criminalista, Thiago Anastácio, “de linhas ideológicas antagônicas”.

O modelo do quadro é inspirado em 1 sucesso da CNN americana.

Fonte: Poder 360

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *