Cid Gomes disse não ter sentido os tiros quando foi baleado na quarta-feira (19), ao tentar romper com uma retroescavadeira um bloqueio de policiais amotinados. O parlamentar também afirmou não estar arrependido de sua atitude.

O relato foi feito ao deputado federal Túlio Gadelha, do PDT de Pernambuco, que visitou Gomes no Hospital Monte Klinikum nesta última quinta-feira (20).

Ele disse que só percebeu que levou um tiro quando viu que estava sangrando e o avisaram que ele tinha sido baleado”, contou o deputado.

As informações são da Revista Época

Ademais, a TV Afiada fez uma análise profunda do caso, assista na íntegra. É só dar o play

Retirado do YouTube – Todos os direitos reservados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *