Na manhã desta quinta-feira (6), um grupo de policiais e familiares realizaram uma manifestação no entorno da Assembleia Legislativa (AL-CE), reivindicando aumento salarial da devida categoria.

Na presente data, estará sendo enviada pelo Governo cearense uma proposta de ajuste/reestruturação à AL-CE. Em Plenário, os deputados que defendem o aumento da remuneração destes profissionais, foram os primeiros a iniciar o debate acerca do assunto. O manifesto gerou o bloqueio dois sentidos da Avenida Desembargador Moreira, em frente a casa legislativa.

Durante a ocasião e estando no local, agentes da Autarquia Municipal de Trânsito de Fortaleza (AMC) orientaram o fluxo de veículos. Ademais, a Pontes Vieira ficou lenta durante esta específica faixa de horário.

Cidadãos comuns usaram faixas como: “Respeita a PM, se não o ‘bicho’ vai piorar” e “Se não der conta do recado, segurança acaba”.

A proposta inicial de Camilo Santana (PT) é aumentar em 4,8 % o dinheiro mensal dos soldados (de forma fracionada até o ano seguinte – 2021). Os agentes consideram injustiça e solicitam (baseado na triste realidade em que estão passando) por 35%.

Na última terça-feira (4) ocorreu uma reunião de deputados de base e oposição com o Governador no Palácio da Abolição. Após esta, alguns consideraram justo o diálogo e os valores firmados até presente momento.

Com informações do Jornal O Estado e editado pelo jornalista e radialista Raimundo Machado Neto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *